2009/07/14


"Não vemos as coisas como são.
Vemos as coisas como somos."

Anais Nin

4 Comments:

Blogger Cc said...

Pode ser verdade, de facto. Acontece que, de uma maneira ou de outra, vivemos, sentimos tudo muito intensamente.

Mário, o que devo fazer quando vivo numa situação que me deixa desconfortável? Quando a razão exige uma decisão/resolução e, o meu coração, mesmo magoado, prefere manter-se nesta situação. Ajude-me, não sei o que devo fazer. Qualquer decisão que eu tome, pode levar-me a um grande sofrimento...

quarta-feira, julho 15, 2009 2:00:00 da tarde  
Blogger raul said...

The Talmud says, "We don't see things as they are, but as we are."

:)

quinta-feira, julho 16, 2009 11:08:00 da manhã  
Blogger Mário Rui Santos said...

CC, constrói uma resposta para ti própria. Se te sentes menos confortável é porque neste momento a realidade/circunstância que vives colide com uma tua convicção.
Por isso ou alteras a tua convicção de forma a que te sintas mais confortável no momento presente. Ou, se essa convicção te faz sentido, muda a circunstância que vives e observas. Se chegares à conclusão que o caminho é alterar a situação e não a tua convicção, poderás sofrer um pouco mais a curto prazo mas talvez te sintas melhor a médio/longo prazo. Se alterares apenas a tua convicção face à situação, sentir-te-ás um pouco mais confortável no tempo imediato. Agora, responde a ti própria: em que é que acreditas? Sê o mais sincera possível contigo própria e age em conformidade - irás sentir-te melhor. Abraço

Obrigado Raul - pelos vistos a Anais lia o Talmud ;)

sexta-feira, julho 17, 2009 10:53:00 da manhã  
Blogger Anne said...

Já o Wayne Dyer diz: "If you change the way you look at things, the things you look at change."

:)Abraço
Anne

sexta-feira, julho 31, 2009 11:19:00 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home