2006/09/29

Deus, o Diabo e a Internet

Ontem 72 (setenta e duas pessoas) procuraram Deus no Google.pt, enquanto 44 (quarenta e quatro) procuraram o Diabo.

Conclusões ?

2006/09/28

Sangue frio




(obrigado ao JASG)

2006/09/27

A carta de Gabriel

“Se por um instante Deus se esquecesse de que sou uma marioneta de trapo e me oferecesse mais um pouco de vida, não diria tudo o que penso, mas pensaria tudo o que digo.

Daria valor às coisas, não pelo que valem, mas pelo que significam.

Dormiria pouco, sonharia mais, porque entendo que por cada minuto que fechamos os olhos perdemos sessenta segundos de luz.

Andaria quando os outros param, acordaria quando os outros dormem. Ouviria quando os outros falam, e como desfrutaria de um bom gelado de chocolate!

Se Deus me oferecesse um pouco de vida, vestir-me-ia de forma simples, deixando a descoberto, não apenas o meu corpo, mas também a minha alma.

Meu Deus, se eu tivesse um coração, escreveria o meu ódio sobre o gelo e esperava que nascesse o sol. Pintaria com um sonho de Van Gogh sobre as estrelas de um poema de Benedetti, e uma canção de Serrat seria a serenata que ofereceria à lua. Regaria as rosas com as minhas lágrimas para sentir a dor dos seus espinhos e o beijo encarnado das suas pétalas...

Meu Deus, se eu tivesse um pouco de vida... Não deixaria passar um só dia sem dizer às pessoas de quem gosto que gosto delas. Convenceria cada mulher ou homem que é o meu favorito e viveria apaixonado pelo amor. Aos homens provar-lhes-ia como estão equivocados ao pensar que deixam de se apaixonar quando envelhecem, sem saberem que envelhecem quando deixam de se apaixonar! A uma criança, dar-lhe-ia asas, mas teria que aprender a voar sozinha. Aos velhos, ensinar-lhes-ia que a morte não chega com a velhice, mas sim com o esquecimento.

Tantas coisas aprendi com vocês, os homens...
Aprendi que todo o mundo quer viver em cima da montanha, sem saber que a verdadeira felicidade está na forma de subir a encosta. Aprendi que quando um recém-nascido aperta com a sua pequena mão, pela primeira vez, o dedo do seu pai, o tem agarrado para sempre. Aprendi que um homem só tem direito a olhar outro de cima para baixo quando vai ajudá-lo a levantar-se.
São tantas as coisas que pude aprender convosco, mas não me hão-de servir realmente de muito, porque quando me guardarem dentro dessa maleta, infelizmente estarei a morrer..."

GABRIEL GARCIA MARQUEZ

Arte-terapia

(obrigado à KJ)

Somente uma passagem ?

Não me parece que a vida seja "só uma passagem" - é muito provavelmente uma
PASSAGEM importante, mas não "só uma passagem".

É uma PASSAGEM que tem de ser vivida, sentida, exaltada, aprendida e
finalmente deixada.

Olharmos para ela como apenas e "só uma passagem" desresponsabiliza-nos do dever e do prazer de a viver.

E se em alguns momentos pode parecer confortável olhar para ela como apenas e "só uma passagem", é apenas porque na PASSAGEM por vezes precisamos de fazer pausas, descansar e continuar.

O elástico


A permanência num nível energético e motivacional, que julgamos ser equilibrado e saudável para nós, não é uma linha recta.

A todo o momento esse nível pode ser alterado por factores externos ou até mesmo por factores internos, aparentemente relacionados com causas exclusivamente orgânicas nossas.

Será, eventualmente, preferível olhar para esse nível energético não como uma recta rígida e simultaneamente quebradiça, mas como um elástico que esticamos perante os nossos olhos. Pronto e disposto a oscilações, mas sempre esticado em alturas e posições variáveis. À nossa escolha...

2006/09/26

Sorte

"Acredito muito na sorte e cheguei à conclusão de que quanto mais trabalho mais sorte tenho."

Thomas Jefferson

À tua volta

Tens de criar as tuas próprias oportunidades.
O teu futuro não é obra do acaso.
É resultado das escolhas que fazes.
Não é algo pelo qual tens de esperar.
É algo que tens de perseguir.

Não esperes pelas oportunidades extraordinárias.
Agarra as circunstâncias e torna-as fantásticas.
As oportunidades podem vir disfarçadas sob a forma de infortúnios, azares,
ou de derrotas temporárias.

Começa hoje, exactamente por onde estás.
Os campos verdejantes, ao longe, parecerão sempre mais verdes.
Mas as oportunidades de ouro estão à tua volta.



(adapt. TDG)

2006/09/22

Bonjour Vietnam

(obrigado à Margarida)

Aprendizagem

(clique)
(obrigado ao Simão)

2006/09/21

Gestação em 20 segundos

Objectivo



Não há conquista sem objectivo.
Seja em que situação te encontrares,
define primeiro o teu objectivo.
Enquanto os teus pensamentos não estiverem ligados a um propósito
não pode haver conquista.

Só tu podes determinar o que queres da vida.
Tu decides sobre os teus objectivos e propósitos.
Um objectivo dá-te um ponto de partida.

Se não sabes onde queres chegar,
como é que podes lá chegar ?
O mundo tem sempre lugar para a pessoa
cujas palavras e acções mostram que sabe para onde vai.

O ingrediente principal é saberes o que queres.


(adapt. TDG)

2006/09/20

Os macacos

Um grupo de cientistas colocou cinco macacos numa jaula, em cujo centro puseram uma escada e, sobre ela, um cacho de bananas. Quando um macaco subia a escada para apanhar as bananas, os cientistas lançavam um jacto de água fria nos que estavam no chão.

Depois de certo tempo, quando um macaco ia subir a escada, os outros agrediam-no violentamente.

Passado mais algum tempo, mais nenhum macaco subia a escada, apesar da tentação das bananas. Então, os cientistas substituíram um dos cinco macacos.

A primeira coisa que ele fez foi subir a escada, dela sendo rapidamente retirado pelos outros, que lhe bateram. Depois de algumas surras, o novo integrante do grupo não subia mais a escada. Um segundo foi substituído, e o mesmo ocorreu, tendo primeiro substituto participado, com entusiasmo, na surra ao novato.

Um terceiro foi trocado, e repetiu-se o facto. Um quarto e, finalmente, o último dos veteranos foi substituído.

Os cientistas ficaram, então, com um grupo de cinco macacos que, mesmo nunca tendo tomado um banho frio, continuavam a bater naquele que tentasse chegar às bananas.


(obrigado à Margarida)

Impossível

"O difícil acontece...o impossivel demora um pouco mais."

Alice

2006/09/19

Poder

Enquanto a tua personalidade vai sendo formada pelas circunstâncias,
os teus próprios desejos podem contribuir para formatares essas circunstâncias.
Tu tens o poder da formação da tua personalidade.
És o senhor do teu destino e mestre da tua alma.

A Natureza vai trabalhando à tua volta.
A tua personalidade e o teu destino são parte do seu trabalho.
Ela fornece-te o amor e o ódio, admiração e inveja.
Tu tens o poder de escolher o impulso a seguir.

A qualquer momento podes decidir alterar o rumo da tua vida.
Ninguém te pode tirar essa capacidade.
És senhor das tuas alegrias e tristezas.

O maior poder que tens é o de escolher.




(adapt. TDG)

2006/09/18

Imagina

Imagina que não existe nenhum paraíso,
É fácil se tentares.
Nenhum inferno abaixo de nós,
Sobre nós apenas o céu.
Imagina todas as pessoas
Vivendo pelo hoje...

Imagina que não existiam países,
Não é difícil de fazer.
Nada porque matar ou porque morrer,
Nenhuma religião também.
Imagina todas as pessoas
Vivendo a vida em paz...

Imagina nenhuma propriedade,
Eu pergunto-me se consegues.
Nenhuma necessidade de ganância ou fome,
Uma fraternidade de homens.
Imagina todas as pessoas
Partilhando o mundo todo.

Talvez digas que sou um sonhador,
Mas eu não sou o único.
E espero que algum dia te juntes a nós,
E o mundo viverá como um único.

John Lennon


2006/09/15

Paz

...desapontados, os alunos perguntaram ao mestre como ele pudera suportar tanta indignidade.

- Se alguém chega até si com um presente, e você não o aceita, a quem pertence o presente?

- A quem tentou entregá-lo, respondeu um dos discípulos.

- O mesmo vale para a inveja, a raiva e os insultos. Quando não são aceites, continuam pertencendo a quem os carregava consigo.

A sua Paz interior depende exclusivamente de si. As pessoas não podem tirar-lhe a calma.

Só se o permitir...

(autor desconhecido)


(obrigado ao JC)

E se Deus fosse um DJ ?

Coisa importante


Há alguns anos atrás, nas Paralimpíadas de Seattle, nove atletas,todos mental ou fisicamente desabilitados estavam prontos na linha de partida dos 100 metros. Ao disparar da pistola, iniciaram a corrida, não todos correndo, mas todos com vontade de chegar e vencer.

Enquanto corriam, um dos concorrentes caiu no asfalto, deu umas cambalhotas e começou a chorar. Os outros ouviram-no chorar, abrandaram e olharam para trás. Pararam e voltaram atrás... Todos. Uma menina com o síndroma de Down sentou-se perto dele, e começou a beijá-lo e a dizer-lhe: "Agora estás Melhor?" Então abraçaram-se todos e os nove caminharam em direcção à meta. No estádio todos se levantaram e, aplaudiram durante vários minutos.

As pessoas que estavam presentes continuam a contar esta história. Porquê? Porque dentro de nós sabemos que: A coisa mais importante na vida vai, além de vencer por nós mesmos, ajudar os outros a vencer, ainda que comporte abrandar e mudar a nossa corrida.

2006/09/14

Os inertes

Gostamos de acreditar nas pessoas, apostar ou investir nelas - seja tempo, conversa, energia ou afectos, etc.. o que for.

E fazemos isso quando achamos que vale a pena - mesmo que alguém nos chame a atenção ou questione a nossa decisão, mantemo-nos determinados porque acreditamos nas nossas escolhas.

E tanto acertamos como não acertamos. É natural. Faz parte da vida. Quando não acertamos, por vezes estagnamos ou gastamos o nosso saldo de investimento até à última em determinada pessoa ou pessoas.
Essas pessoas são os "inertes". São elementos de aparente boa vontade mas que genuina e verdadeiramente não agem, não sintonizam, não crescem connosco.
Mantêm-se "inertes"....

Temos de perceber isso o mais atempadamente possível.
Devemos confiar, é certo.
Mas se os sinais que se recebe por vezes não são nesse sentido, então talvez valha a pena ponderar em vez de teimar...e depois logo se verá.

Paragem, ponderação, reflexão, adaptação, mudança...são normalmente respostas inteligentes a estas situações.

2006/09/13

Gestão de Energia


A nossa energia é um bem, um recurso escasso. É algo para a qual deveremos fazer uma boa gestão e uma boa aplicação. Em cada dia. Todos os dias.

E é importante lembrarmo-nos disto porque na maior parte das vezes, dos momentos dos nossos dias, a aplicamos de uma forma descontrolada, aleatória, desordenada.

Não pretendo sugerir com esta lembrança que vivamos sobre o permanente domínio de um contabilista que escrutina, analisa e decide a melhor forma de aplicarmos a nossa energia, de gerarmos as nossas acções.

O que pretendo é também lembrar-me a mim próprio que a energia que consumo quando me perturbo com alguém ou com alguma situação é normalmente superior à que iria consumir para resolver essa situação ou comunicar com essa pessoa de forma calma, tranquila e construtiva.

Será por isso importante lembrarmo-nos que numa fracção de segundo podemos activar os nossos circuitos para a solução, para a comunicação. E não nos consumirmos na recriminação, na culpa ou no incómodo.

As nossas mentes não podem ser cemitérios de sonhos abandonados.
Esse espaço é necessário para os sonhos que nascem, crescem e vivem connosco.
Para os que nos dão vida.

(foto de Margarida Martins)

2006/09/12

Beautiful Day

2006/09/11

Três Certezas

De tudo ficaram três coisas:

A certeza que estamos
sempre começando...

A certeza de que precisamos
continuar...

A certeza de que seremos
interrompidos antes de terminar...

Portanto devemos:
Fazer da interrupção um
caminho novo...

Da queda, um passo de dança...

Do medo, uma escada...

Do sonho, uma ponte...

Da procura, um encontro.


Fernando Pessoa

(obrigado à Alice)

Eu escolho !

Deveria ligar à minha mãe...

Tenho que lavar o carro...

Deveria perder peso...

Tenho que deixar de fumar...

Estas expressões ou estes pensamentos não ajudam, não contribuem para a acção.
São imposições não são opções.
São obrigações não são escolhas.

Experimente "Eu escolho..." !

Novas Orações I


Avé Maria cheia de Graça,
o Senhor é convosco,
Bendita sois vós entre as mulheres
Bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus !

Santa Maria, Mãe de Deus,
Rogai por nós lutadores
Agora e na hora das nossas vitórias !
Acompanhai-nos na dádiva do amor,
no caminho da felicidade e da paz,
numa vida de luz e sorrisos.

Amen
(foto de Margarida Martins)

2006/09/10

Ter sucesso é uma escolha que fazes

Tens a responsabilidade de dar forma à tua vida.
Uma vez que entendas isso, nada nem ninguém te poderá negar o sucesso.
Só uma pessoa te poderá parar: tu.

Mais poderoso que qualquer afirmação ou frases de motivação para o sucesso é
o facto de todos terem um chefe.
E esse chefe és tu.

A tua vida será sempre o que tu fizeres dela.
O único que pode fazer batota com isso és tu.


Sucesso ou não.
A escolha é sempre tua.
"... boa-vontade, justiça e liberdade são mais que palavras, são perspectivas."

2006/09/06

Ignição

Há momentos em que temos de fazer uma pausa, respirar fundo e...continuar a lutar, a construir, a amar, a viver.

Mad World



When people run in circles its a very very
Mad world
Mad world

2006/09/05

És o que pensas

Aquilo que semeias no teu inconsciente e cuidas todos os dias com convicção e emoção, um dia torna-se realidade.

A afirmação leva à convicção.
Afirma e repete algo com convicção e isso começará a fazer parte de ti.

Uma mudança naquilo que dizes a ti próprio resultará numa mudança do teu comportamento.

Aquilo que colocas na tua mente e que depende de ti, concretizas.

A auto-sugestão tornar-te-á o mestre de ti próprio.

2006/09/04

Aprendes...


"Depois de algum tempo aprendes a diferença, a subtil diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma. E aprendes que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança. E começas a aprender que beijos não são contratos e presentes não são promessas. Acabas por aceitar as derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança. E aprendes a construir todas as tuas estradas de hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair a meio do voo.


Depois de algum tempo aprendes que o sol queima se te expuseres a ele por muito tempo. Aprendes que não importa o quanto tu te importas, simplesmente porque algumas pessoas não se importam... E aceitas que apesar da bondade que reside numa pessoa, ela poderá ferir-te de vez em quando e precisas perdoá-la por isso. Aprendes que falar pode aliviar dores emocionais. Descobres que se leva anos para se construir a confiança e apenas segundos para destruí-la, e que poderás fazer coisas das quais te arrependerás para o resto da vida.


Aprendes que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias. E o que importa não é o que tens na vida, mas quem tens na vida. E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher. Aprendes que não temos que mudar de amigos se compreendemos que os amigos mudam, percebes que o teu melhor amigo e tu podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos. Descobres que as pessoas com quem tu mais te importas são tiradas da tua vida muito depressa, por isso devemos sempre despedir-nos das pessoas que amamos com palavras amorosas. Pode ser a ultima vez que as vejamos. Aprendes que as circunstâncias e os ambientes têm influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos.


Começas a aprender que não te deves comparar com os outros, mas com o melhor que podes ser. Descobres que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que se quer ser, e que o tempo é curto. Aprendes que, ou controlas os teus actos ou eles controlar-te-ão e que ser flexível nem sempre significa ser fraco ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, existem sempre os dois lados.


Aprendes que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer enfrentando as consequências. Aprendes que paciência requer muita prática. Descobres que algumas vezes a pessoa que esperas que te empurre, quando cais, é uma das poucas que te ajuda a levantar. Aprendes que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que tiveste e o que aprendeste com elas, e mais do que com quantos aniversários já comemoraste.


Aprendes que há mais dos teus pais em ti do que supunhas. Aprendes que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são disparates, poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso.

Aprendes que quando estás com raiva tens o direito de estar com raiva, mas isso não te dá direito de ser cruel. Descobres que lá porque alguém não te ama da forma que desejas, não significa que esse alguém não te ama com tudo o que pode, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso.


Aprendes que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, algumas vezes tens que aprender a perdoar-te a ti mesmo. Aprendes que com a mesma severidade com que julgas, poderás ser em algum momento condenado.


Aprendes que não importa em quantos pedaços o teu coração foi partido, o mundo não pára para que tu o consertes. Aprendes que o tempo não é algo que possa voltar para atrás.

Portanto, planta o teu jardim e decora a tua alma, ao invés de esperares que alguém te traga flores. E aprendes que realmente podes suportar mais... que és realmente forte, e que podes ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais. E que realmente a vida tem valor e que tu tens valor diante da vida! As nossas dádivas são traidoras e fazem-nos perder o bem que poderíamos conquistar, se não fosse o medo de tentar."

(anónimo)

2006/09/02

"Não aceito fórmulas absolutas para a vida.
Nenhum código consegue ver à frente aquilo que acontecerá na vida de um ser humano. Enquanto vivemos, crescemos e as nossas convicções mudam.
Elas têm de mudar. Por isso penso que temos de viver com esta mudança constante.
Temos de estar abertos a esta aventura num nível maior de consciência da vida. Devemos aplicar toda a nossa vontade a explorar e experimentar."

2006/09/01

Pessoas e Pontes


As pessoas entram na nossa vida, passam, algumas ficam e outras vão ficando.

Outras agarram-nos.

A outras agarramo-nos e mantemo-nos próximos.

Pelas vidas de outras entramos, passamos e em algumas vamos ficando.

A algumas deixamos pontes, com outras cultivamos pontes.

Sobre outras ainda perguntamos o porquê de terem entrado na nossa vida, da mesma forma que algumas perguntarão o mesmo sobre nós.

Serão estas pessoas páginas da nossa história, co-autores, personagens ?

A quais deveremos deixar pontes, com quais deveremos cultivar pontes ?

Devemos iniciar a obra ou contemplar as pontes que se estendem ?
---

contemplar

do Lat. contemplare por contemplari

v. tr.,
olhar, observar atentamente;
considerar com admiração ou com amor;
ver, admirar com o pensamento;
meditar;
dar;
atender;
remunerar;
fazer mercê;
beneficiar;

v. int.,
meditar profundamente;

v. refl.,
mirar-se.