2012/09/16

Luta
Ao meu, ao nosso lado 
Pelo prazer ainda não desfrutado
Luta
Neste horizonte partilhado
Em tijolos de paredes enjaneladas
De luzes trazidas
Por estrelas paridas

Luta
De prazer
Em crescer
Ao meu, ao nosso lado
Caminha
De mão encostada na minha

Luta
Sem armadura
Nu em forma de semente
De caminhos esperados
Em sonhos plantados
De lágrimas regados
Pelo sal endurecidos

Luta
Num abraço de beijos
Em sorrisos de frutos e de árvores
Amores colhidos
Paixões criadas
Sementes lançadas

Luta
Resiste
Semeia
Faz crescer

Luta
Porque quem luta não espera
Pelo acender da Luz
Que parece tardar em surgir

Luta
Porque essa Luz já te ilumina
Ela abraça o teu ser
Sorri ao teu coração

Luta
Porque essa Luz
Já te abre o caminho
De reencontro e regresso
À essência do teu e nosso Ser.

www.MarioRuiSantos.net

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home