2014/10/07

As dores no teu corpo são sinais...



Do que tu pensas, do que tu comes, do que tu ouves, do que tu dizes, do que tu fazes, do que tu guardaste na tua mente...

Não abafes esses sinais sem os compreenderes, ou pelo menos dar-lhes ouvidos.

O teu corpo fala contigo.
Através da dor, do desconforto, do desânimo, da desmotivação, da sensação...

O teu corpo fala contigo.
Dá-lhe ouvidos para que ele não precise de gritar.

Porque o grito do corpo vem da transformação da dor em doença.
Antes que a doença surja, o corpo grita, chama mais alto: 
"muda! 
faz alguma coisa! 
pára de comer isso! 
pára de fumar!
pára de beber!
pára de engolir "sapos"!
activa-te!
mexe-te!
defende-te!
aceita!
perdoa!
perdoa-te!
pára...
ama-te!
respeita-te!
cuida-te!"

Ouve o que teu corpo te diz.
Não o abafes com comprimidos. 
Não te distraias dele. Não o procures sacudir ou esconder.

Não caias naquela armadilha que divide o teu ser quando dizes: "não gosto do meu corpo!"
Sai daí.
Ele és tu e tu és ele!
Não são um cão de duas cabeças.

São um ser de Luz, de Amor e Sabedoria.
São UM.
...
Fica bem... tu e ele. TU!
Ou melhor ainda! 


0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home