2011/01/18

O caminho construído do ser

Não percas mais tempo à procura do teu eu.

Constrói-o com o desejo de que cada aprendizagem te coloca nesse caminho de certeza de encontro contigo mesmo.

Serás mais do que feliz, em extase te manterás num sorriso estranho que contigo começa a despertar a cada dia.

Numa postura contemplativa de ti próprio em que vais percebendo que só uma pessoa no mundo te poderá desviar desse caminho que constróis e percorres com tantas certezas como dúvidas.

Porque também elas pavimentam o teu caminho para que o possas correr com ainda mais certeza.

Não. Não perderás tempo, meu irmão.

Se tiveres dúvidas ou hesitares, ou até mesmo se um dia perceberes que poderias ter escolhido de outra forma, contemplarás o ser que és tu e que nesse momento foste.

Não o repreenderás.

Abraçá-lo-ás pela sabedoria disponível e presente no momento, mas acima de tudo pela coragem da decisão do teu ser da circunstância.

Os erros fazem-nos sábios, são mais do que parte da nossa humanidade e qualidade de aprendiz.

São também eles degraus da escada do teu caminho, memórias de sabedoria, imagens da tua força que te direccionam para o encontro inevitável de ti para contigo.

Vem irmão, vai irmão, continua nesse caminho que constróis e percorres e muda de direcção sempre que te fizer sentido.

Mas mantém-te no teu caminho.

.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home