2010/04/19

Carta aberta à Sumol


Como ex-publicitário que sou vejo de forma mais atenta esta comunicação publicitária que nos rodeia. Na televisão, na rádio, imprensa, internet, etc...
E nessa postura de observador deste fenómeno vejo com uma frequência desagradável a profusão de mensagens que condicionam e limitam as gentes - que somos nós todos.

É tão frequente a nossa inveja ser convidada a manifestar-se por causa de um estúpido carro novo ("Os seus vizinhos vão ficar verdes de inveja"), a inovação ou a diferença de carácter ser associada à compra de um determinado produto, a felicidade ser conseguida com um crédito pessoal, o sucesso ser usar uma marca de roupa, etc., etc.

Assim, os nossos formatos de sucesso e de felicidade são selvaticamente atrofiados e empurrados para uma corrente arrebanhante tão característica desta caduca sociedade de consumo. Inspirando ansiedades, depressões e outras perturbações que são maquiavelicamente satisfeitas ou supostamente resolvidas com fantásticos comprimidos, frutos mágicos desta mesma sociedade de consumo.

Por isso, é com uma especial e grande satisfação que vejo anunciantes como a Sumol apostarem (e é de facto uma aposta arriscada e corajosa) em mensagens de ruptura com este mesmo paradigma de felicidade pelo consumo.
Aplaudo a direcção de marketing desta empresa pela sua coragem e pela qualidade da mensagem. Aplaudo todos os criativos envolvidos pelo tom elevado e de ruptura que conseguiram introduzir nesta campanha.

Bem hajam, pelo vosso manifesto, pela vossa mensagem e pela vossa coragem.

A mim, que tenho 42 anos, muitos destes fatídicos dias que vocês referem na vossa campanha chegaram e ficaram na minha vida por algum tempo, mas felizmente já lhes disse adeus.

"Havendo eu sido cego, agora vejo."
Versículo João 9:25

4 Comments:

Anonymous barbosa said...

Concordo, subscrevo, caro MR. Saudações cordiais.

terça-feira, abril 20, 2010 11:52:00 da manhã  
Blogger Miguel Teixeira said...

Quando se apela à mediocridade que há em cada um de nós, os resultados tendem a ser fantásticos, excepto naqueles de sólida formação humana.

terça-feira, abril 20, 2010 6:08:00 da tarde  
Anonymous t.c. said...

Subscrevo

quarta-feira, abril 21, 2010 10:52:00 da manhã  
Anonymous sumol said...

Caro Sr. Mário Rui Santos,

É com extrema satisfação que acusamos a recepção da sua mensagem electrónica que mereceu a nossa melhor atenção.

A SUMOL + COMPAL agradece o seu contacto, bem como o interesse demonstrado pelas amáveis palavras e incentivo, e espera que todo o esforço desenvolvido na Qualidade e Inovação, tanto a nível de Portfólio de Produtos como da sua Comunicação, continue a ser premiado com o reconhecimento e preferência dos seus Consumidores.

Com os melhores cumprimentos e sempre ao dispor.

Atentamente

Rosamaria Vieira


linha do consumidor
800 207 264

Rua Dr. António Loureiro Borges, 5-5º
Arquiparque - Miraflores
1499-010 Algés
Apartado 32 – Portugal
www.sumolcompal.pt

sexta-feira, abril 23, 2010 1:24:00 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home