2007/12/01

O medo e o sorriso


A vida é uma dádiva importante, boa, bondosa, bendita demais para se viver com medo. Não foi para isso que nascemos, não foi para isso que sonhámos ainda antes de nascer, ainda antes de existirmos. Não foi para vivermos um pesadelo que agora para esta vida nos materializámos.
Vivemos agora um sonho lúcido, um sonho de sonhos onde a cada dia acordamos a sonhar para poder programar e criar a nossa realidade, desse sonho, desse dia. E todos os dias temos a oportunidade de iniciar um sonho de sorriso, de amor, não de medo.
E todos os dias temos a oportunidade de desfrutar desse sonho num estado natural de vivência: em amor e alegria.
Viver esse sonho em medo é uma ausência temporária do nosso estado natural.
E não é o medo nem a dúvida que nos faz avançar de sonho para sonho, é a vontade e o desejo de sorrir. E esses estão bem mais vivos do que pensamos nesta nossa matriz.

---
"Eu tenho um grande medo dessa coisa de ser 'normal'. "
John Lennon

8 Comments:

Anonymous jorge a, said...

Se a seguir não lhe sorrirmos e agradecer pela atenção que nos faz despertar, o medo faz parar

segunda-feira, dezembro 03, 2007 2:51:00 da tarde  
Blogger Xicha said...

Enfrentemos então os nossos medos com um SORRISO,não custa tentar...
Abraço
Xi

segunda-feira, dezembro 03, 2007 4:53:00 da tarde  
Anonymous Diana said...

Eu prefiro dizer que amo ser diferente, a dizer que tenho medo de ser "normal"... ou posso dizer que não quero ser "normal", se ser "normal" é não ser eu mesma!

Medo é o oposto do Amor... Sempre que nos sentimos inundados de Amor nunca sentimos medo e sempre sorrimos!

Gosto da irreverência do peixinho vermelho, segue o seu caminho, só e sem medos, bem vivo e vermelho, e só o Amor lhe pode dar essa força!

terça-feira, dezembro 04, 2007 1:51:00 da manhã  
Anonymous fernanda said...

A mim sempre que me falam de medo fico atenta, não com medo.
Fico atenta à falta de amor e alegria que está por ali.

terça-feira, dezembro 04, 2007 11:00:00 da manhã  
Blogger Paula Nogueira said...

Realmente o medo é das piores assombrações que vive lado a lado com o homem... são escolhas... eu tb tenho os meus... mas evito pensar nelas e antes, substitui-las por coisas BOAS!!!

terça-feira, dezembro 04, 2007 3:27:00 da tarde  
Anonymous t.c. said...

Sempre que o medo se aproxima de mim lembro-me de duas coisas: sorrir-lhe primeiro, cavalgá-lo depois.

terça-feira, dezembro 04, 2007 3:27:00 da tarde  
Anonymous abel said...

caro mr aquilo que me lembraste faz-me cada vez mais sentido, aquilo que me faz mover não é o que sinto que tenho de evitar mas sim o que busco. e esquecemo-nos tanto deste tão importante óbvio. abraço meu caro amigo

quarta-feira, dezembro 05, 2007 4:27:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

betania comenta:

O sorriso abre mais facilmente as portas, do que a própria chave. O medo, fecha mesmo as portas abertas.

Meter isso dentro da nossa cabeça é que já não é tão fácil. Eu acho que sim, que devemos tentar.

Beijinhos
betania

sábado, dezembro 08, 2007 8:24:00 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home