2008/02/11

Encontro comigo mesmo



Dou por mim a questionar-me: quem é aquele indivíduo ali no espelho ? Estranha forma de ser e de viver.
Não o encaixo em nenhum formato daqueles que me andam a vender. Sinto-me peça de puzzle em puzzle enganado. Sinto-me girassol, no meio de malmequeres. Sinto-me gota de água em garrafão de azeite.
Que estranho ! Aterrei no sítio errado. Ou terei aterrado antes de tempo, fora de tempo ?!
E agora que faço ?
Não posso mudar de puzzle, dizem-me que este é o único que existe. Não posso mudar de canteiro, vejo malmequeres até onde as minhas pétalas brilham. À minha volta é só azeite, nem gota de mel ou vinho.
Que estranho ! E agora que faço ?
Sinto-me só e com medo.

Dou por mim a questionar-me: quem é aquele indivíduo ali no espelho ? Estranha forma de ser e de viver.
Encaixo-o em todo o lado, não tem arestas nem formas diferentes. Amorfo como todos as outras peças daquele estranho puzzle que mais parece um painel de monótonos mosaicos. Sinto-me malmequer no meio de malmequeres, quase preferia ser erva daninha. Sinto-me gota de azeite indefinida, cruzada e misturada com outras tantas iguais a mim numa outra grande gota. Oh amado mel, vinho e água, tão belos e tão diferentes.
Que estranho ! Aterrei no mesmo e mesmo sítio. Ou nem terei descolado ? Mantive-me aqui neste presente ?! E agora que faço ?
Não posso mudar de puzzle, dizem-me que este é o único que existe. Não posso mudar de canteiro, vejo malmequeres até onde as minhas pétalas brilham. À minha volta é só azeite, nem gota de água, mel ou vinho.
Que estranho ! E agora que faço ?
Sinto-me só e com medo.
---
"O homem sensato adapta-se ao mundo. O homem insensato insiste em tentar adaptar o mundo a si. Sendo assim, qualquer progresso depende do homem insensato."

16 Comments:

Blogger Xicha said...

Para alem de muitos outros Freddy Mercury (e porque foi dele que me lembrei enquando lia) pode muito bem ser um exemplo para este texto, tão esclarecedor...
Abraço
XI

segunda-feira, fevereiro 11, 2008 1:31:00 da tarde  
Anonymous carlos do rosário said...

Será esta uma das materializações da eterna insatisfação que tanto nos caracteriza (e às vezes incomoda) ? Saudações

segunda-feira, fevereiro 11, 2008 1:36:00 da tarde  
Anonymous rosa said...

Adorei o texto Mário, continuo a passar por aqui para ver as tuas “provocações” ;)

segunda-feira, fevereiro 11, 2008 6:03:00 da tarde  
Anonymous josé barbosa said...

Sensato é aquele que sabe a diferença entre o ter de se adaptar e o ter de fazer adaptações à sua volta.

terça-feira, fevereiro 12, 2008 11:57:00 da manhã  
Anonymous t.c. said...

Estarei algures pelo meio - ora de um lado do espelho ora do outro.

terça-feira, fevereiro 12, 2008 3:30:00 da tarde  
Blogger zeca said...

Todo aquele que finalmente descobre que não está no Mundo mas antes que o MUNDO ESTÁ DENTRO DE SI com toda a certeza que não se confronta com esse problema.
Pois... eu sei... é libertador...
Eu cá já deixei de estar no Mundo há já algum tempo...hum... digamos que hoje consigo perceber que simplesmente o MUNDO ESTÁ DENTRO DE MIM!
E é um MUNDO MARAVILHOSO!!!

Um LINDO E IMENSO CÉU AZUL para Ti e para quem mais Tu quiseres

terça-feira, fevereiro 12, 2008 5:02:00 da tarde  
Blogger Didaskou said...

Agora é que eu fiquei "perdida"!!!fiquei sem palavras quando li os outros comentários! Nem aqui me encaixo no puzzle... De facto sinto-me muito diferente e tento a cada dia adaptar-me ao mundo onde aterrei desta vez. E tantas vezes me pergunto: mas porque raio não posso ser diferente? é assim tão errado ser girassol? Eu gosto de ser girassol! Lamento, mas insisto em lutar pelos meus sonhos e em acreditar que posso concretizá-los mesmo que o resto do mundo pense que não! e mesmo que isso me torne tão diferente...

terça-feira, fevereiro 12, 2008 11:41:00 da tarde  
Blogger Mário Rui Santos said...

Lamentas ? Então mas porque haverás tu de lamentar porque queres lutar ? Encaixar ? Mas porque haverias tu de encaixar ?
Só haverás de fazer o que faça sentir bem. Lamenta-te se não o fizeres.

terça-feira, fevereiro 12, 2008 11:57:00 da tarde  
Anonymous Diana said...

Sempre me senti girassol! E por vezes mesmo, peça de um puzzle inexistente. Por vezes é desgastante, mas muito gratificante, também.
Não há que encaixar, mas sim que respeitar o que nos rodeia.

quarta-feira, fevereiro 13, 2008 1:31:00 da manhã  
Blogger Mário Rui Santos said...

Girassois, margaridas, gerberas, malmequeres, água, azeite, vinho, puzzles e mosaicos do mundo uni-vos pela diversidade dos quereres e pela ecologia da felicidade.

Ass.: Tulipa em gelo de pixeis

quarta-feira, fevereiro 13, 2008 7:34:00 da tarde  
Anonymous fernanda said...

Não me encontro comigo mesma, mas cada vez que me procuro acabo por me reconstruir.
Fica bem

quinta-feira, fevereiro 14, 2008 8:12:00 da tarde  
Anonymous Diana said...

Este gelo de pixeis pode transmitir tanto calor e beleza ...

quinta-feira, fevereiro 14, 2008 11:55:00 da tarde  
Anonymous jorge a. said...

E cada vez que me reencontro nesta inquietude, me reconstruo.

Abraço meu caro amigo

sexta-feira, fevereiro 15, 2008 10:12:00 da manhã  
Blogger Maria Leonor said...

O puzzle tem muitas camadas.1-nevoeiro,peças muito complicadas (trânsito em hora de ponta!)2-não há ruas e crescem jardins no telhado das casas.3-vêem-se à transparência os pensamentos!4-o puzzle encaixa naturalmente.5-com os cinco dedos de uma mão trabalhas a tua escultura e com a outra movimenta-a.E numa história sem fim joga voando em liberdade hoje flor, amanhã nuvem,agora arco-íris. Obrigada M R

domingo, março 09, 2008 8:19:00 da tarde  
Blogger Mário Rui Santos said...

Obrigado Jorge, ML, Fernanda, Diana. Obrigado :)

segunda-feira, março 10, 2008 10:35:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Good brief and this enter helped me alot in my college assignement. Say thank you you for your information.

sábado, março 20, 2010 3:36:00 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home