2007/05/28

A utilidade dos idiotas


Enquanto vivemos e nos relacionamos com os outros vamos encontrando alguns seres especiais na nossa vida: os idiotas.
Estes idiotas que aqui descrevo são aqueles seres fantásticos que projectam as suas inseguranças e ignorâncias em nós fazendo com que, surpreendidos muitas vezes, sejamos apanhados nas nossas próprias e pequenas idiotices.
São seres que nos surpreendem com interpelações, contactos, comentários ou atitudes tão idiotas que ficamos parados ou indiferentes com uma surpresa que nos neutraliza qualquer atitude mais pedagógica e elevada que possamos tomar como resposta.
Mas são seres especiais porque nos fazem entrar em contacto connosco, com algumas partes de nós impreparadas para processar este tipo de circunstâncias específicas.
E se muitas vezes ficamos a remoer com o que deveriamos ter feito, dito ou respondido o que é mais interessante de todo este processo é que aprendemos com eles. Recebemos uma aprendizagem fantástica que nos ajuda a crescer enquanto seres humanos deixando-nos tão bem ou melhor preparados para agirmos em conformidade perante situações futuras e de moldes idênticos.
No fundo, no fundo, são de uma fantástica utilidade (que os torna igualmente fantásticos) porque nos ajudam a sentir no final ainda mais seguros sobre nós próprios. De facto, nesse mesmo grande final, deveriamos virar-nos para eles e com um sorriso escancarado de satisfação dizer: "Obrigado por existires !".

---
"Duas coisas são infinitas: o universo e a estupidez humana. Mas, no que respeita ao universo, ainda não adquiri a certeza absoluta."
Albert Einstein

---

"American Idiot"
Green Day




---
TERTULIAZZ
Centro de Hipnose Clínica Ibérico (Restelo - Lisboa)
Tertuliazz - tertúlias temáticas.

Na próxima 3ª feira dia 5 de Junho o tema será "Os Erros, os Paradigmas e as Verdades Absolutas".
Irei moderar esta nossa conversa que terá início por volta das 21h00, a participação é limitada a um número máximo de 20 pessoas, com um custo de participação simbólico (5,00 euros ).

Quem estiver interessado em participar nesta conversa deverá enviar um email para tertuliazz@hipnozz.com, enviando os seus contactos e a razão pela qual gostaria de participar.

7 Comments:

Blogger Paula Nogueira said...

Einstein tb disse que "a imaginação é muito mais importante que o conhecimento".
E acredito que isso seja uma das grandes verdades...
São esses louco/idiotas que nos fazem questionar as coisas básicas da vida, que nós, como seres humanos "normais" temos medo de colocar... É a minha opinião que os escutemos mais vezes!!!
Bjs***

segunda-feira, maio 28, 2007 2:55:00 da tarde  
Anonymous rosa said...

Hmmm… na realidade fazemos todos o papel de “idiota” de vez em quando, não?

;)

segunda-feira, maio 28, 2007 3:05:00 da tarde  
Anonymous jorge a. said...

também me parece boa ideia rir-me com esses eles de mim próprio. rir-me de alguém que era, vendo-me como cresci desde então ;) e rio-me de satisfação

segunda-feira, maio 28, 2007 3:47:00 da tarde  
Blogger Mário Rui Santos said...

Sejam eles quem forem, ou que até mesmo vivam em nós, o importante é no fim mostrar-lhes a gratidão por existirem, de preferência com um sorriso :)

segunda-feira, maio 28, 2007 6:56:00 da tarde  
Blogger Flôr said...

Por isso.. deixo-te o sorriso :)) do meu coração. :D

Tu, meu amigo, de idiota não tens nada, ou terás?!... de vez enquando?!! hum... talvez!! :D

Beijos no teu coração

Flor

terça-feira, maio 29, 2007 11:44:00 da manhã  
Blogger Flôr said...

Fofinho, passa no meu jardim e deixa a tua sábia opinião, que eu tanto gosto de "ouvir".... e que tão bem nos faz à alma.


Xi-coração de mim para ti :D

Flor

terça-feira, maio 29, 2007 11:45:00 da manhã  
Blogger Gato Vadio said...

Apesar de um esforço sobrenatural para racionalizar a fita-métrica com a qual registo as proporções da vida, o raciocínio central é tão básico que me leva a pensar que sou um bocado idiota. Por exemplo, não percebo porque raio as pessoas dizem tantas mentiras umas às outras, nem percebo porque perdem tanto tempo a chorar pelas coisas que não têm e não fazem festas pelas que têm. As pessoas ficam de boca aberta, balbuciam sem que se perceba se te admiram se te vão cortar os pés. Podem não dizer Idiota, mas de "queimado/a" ou "de outro planeta" uma pessoa não se livra. Acho que todos temos algo de idiota, ou assim visto pelos outros, talvez apenas simples.

quarta-feira, maio 30, 2007 4:50:00 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home