2007/08/11

Heróis


Há momentos da nossa infância ou adolescência que muitas vezes prefeririamos nunca terem acontecido e que, como adultos que somos, relativizamos ou evitamos - não lhes dando a importância devida porque fazem parte de um passado que não nos interessa.

Esta é a estratégia habitual da maior parte das pessoas, levando a evitar - ou até mesmo a reprimir - as memórias dessas situações.

A grande e inovadora alternativa proposta é a de abraçarmos essa nossa criança ou adolescente dentro de nós e dizer-lhe quem somos, o quanto ele (criança ou adolescente) é importante para nós, o quanto o amamos, o quanto lhe agradecemos, e finalmente abraçá-lo, acalmando-o, tranquilizando-o e acompanhá-lo por aquela memória que não nos é muita grata. Mas à qual sobrevivemos e ultrapassámos.
Restruturando essa memória não como um sofredor mas como um ser mais forte, e orgulhoso por isso, por ter lidado com essa situação com os recursos que dispunha e da melhor forma que sabia na altura. Como um herói.

---


"Entre dos tierras" - Heroes del Silencio

10 Comments:

Anonymous rosa said...

De facto somos mesmo duros connosco …
Éramos como crianças e continuamos em adultos…
Acho que vou dar-me um abraço pois mereço-o ;)

Um forte abraço para quem por aí esta a precisar …adulto ou criança interior :)

sábado, agosto 11, 2007 2:29:00 da tarde  
Anonymous gato vadio said...

Difícil, dificil é percebermos qual exactamente a luta que não passa de uma revolta de infância. E se existe, identificá-la. Procurar no limbo das dores e dos envelhecimentos prematuros, procurar nos cansaços e nas frustações que os dias de hoje imprimem no adulto que nem sempre sabe de onde elas vêm, mas sabe que lhe acertam em cheio.
Às vezes as pessoas sentem-se prededoras simplesmente porque não aguentam mais.. Como nos fins de tarde de calor, que chega com uma briza muito fresca e acaba gelada..

domingo, agosto 12, 2007 1:28:00 da manhã  
Anonymous gato cadio de cabeça no ar.. said...

*brisa..

domingo, agosto 12, 2007 1:29:00 da manhã  
Anonymous jorge a. said...

Já aprendi a visitar esta minha criança e a sorrir com ela frequentemente ;) e damo-nos muito bem

domingo, agosto 12, 2007 11:44:00 da manhã  
Blogger Xicha said...

Bom dia a todos, também já tive o prazer de o fazer e senti-me optimamente no final, foi muito bom aquele sentimento de amor ...
Abraço grande p ti Mário
Xi

segunda-feira, agosto 13, 2007 11:43:00 da manhã  
Blogger PaulaNog said...

O meu filhote Ethan tem uma grande paixão pelo Spider man... acho fantástico podermos acreditar em algo que,no fundo, todos somos: HEROIS!!!
Cada um na sua forma tão pessoal!!!
És um heroi!!!!

segunda-feira, agosto 13, 2007 12:24:00 da tarde  
Blogger Mário Rui Santos said...

Somos todos detentores de poderes fantásticos, mas em auto-análise a primeira coisa que fazemos é procurar os buracos no fato ou na capa, em vez de nos lembrarmos das "batalhas" que vencemos.
Mas isso treina-se, reforça-se - e remendamos os buracos do fato ou da capa e aprendemos a voar mais alto.

segunda-feira, agosto 13, 2007 1:53:00 da tarde  
Blogger SA said...

é um facto que temos de conviver com o nosso passado da melhor forma e tirar dele sempre a melhor aprendizagem possível

segunda-feira, agosto 13, 2007 2:03:00 da tarde  
Blogger Flôr said...

È sempre agradàvel passar por aqui! :)

beijo da Flor com admiraçâo

terça-feira, agosto 14, 2007 4:05:00 da tarde  
Blogger Mário Rui Santos said...

Este é um blog vivo, de partilha e de co-construções de alternativas aos formatos e aos paradigmas existentes.
A sua vida depende não só de mim mas de quem o visita, de quem o lê e de quem o comenta.
Todos os comentários são lidos - mesmo nos textos mais antigos - e, sempre que se justificar também os comentarei.
Por isso verão na maior parte dos textos este meu comentário e esta minha explicação - a sua presença é uma prova de que o blog está vivo e de braços abertos para a vossa mais que bem-vinda partilha.
Esse comentário pode ser feito directamente nesta página, mas se tiver problemas de ordem técnica envie-me por favor o seu comentário identificando o nome do texto que quer comentar para comments@hipnozz.com e eu publicá-lo-ei com o seu conhecimento.
Obrigado pela sua visita e pelo seu comentário.
Volte sempre :)

quinta-feira, outubro 04, 2007 6:20:00 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home