2007/08/10

O primeiro olhar



Escolhe um amigo, um familiar ou um colega que conheças há já alguns anos. O momento é o de uma normal conversa. Sente no teu cérebro um passo atrás ou uma mudança de nível e olha para essa pessoa como se estivesses a olhar para ela pela primeira vez. Como se a estivesses a conhecer naquele momento.
Observa-a enquanto vais estabelecendo os pressupostos de quem conhece alguém pela primeira vez. Pela forma como fala, como se exprime, como olha, as palavras que usa, etc. É provável que a pessoa note uma diferença no teu olhar, é normal.
Constrói o retrato dessa pessoa, estabelece esses novos pressupostos e, após alguns momentos, volta a dar um passo na direcção dessa pessoa, entrando no mesmo nível cerebral de conhecimento mútuo.
Compara os teus novos pressupostos com a informação que já possuías sobre essa pessoa, que outra característica lhe observaste ? Que outra perspectiva sobre essa mesma pessoa construiste ?
Agora, faz o mesmo contigo. Ao espelho.

---
"Um sábio muda de opinião. Um tolo nunca o fará. "
Provérbio espanhol

---

"Yellow" - Coldplay

8 Comments:

Blogger African Queen said...

É um belo exercício sim senhor! Sobretudo é um bom instrumento para treinarmos o distanciamento, a observação em novas perspectivas. É um hábito que tenho há muito tempo porque tenho uma tendência natural para observar e que depois aprendi a usar comigo também. Dá muito jeito :)!

sexta-feira, agosto 10, 2007 3:06:00 da manhã  
Anonymous rusa said...

ver de longe - às vezes literalmente ver, deixando até de ouvir o outro - afasta-nos do contexto emocional.
Isso faz-nos ver mais claro certos aspectos do outro, mas também clarifica o que sentimos por ele(a).

Gostava de lhe chamar : Um olhar sábio

sexta-feira, agosto 10, 2007 3:47:00 da tarde  
Anonymous t.c. said...

É um exercício interessante, fazer rebobinar tudo aquilo que sabemos sobre alguém e observar, sem saber o que está mais à frente. Traz-nos sempre mais uma perspectiva ;)

sexta-feira, agosto 10, 2007 10:51:00 da tarde  
Anonymous jorge a. said...

às vezes faço um parecido e tento lembrar-me só das coisas boas em relação àquela pessoa

sábado, agosto 11, 2007 10:25:00 da manhã  
Anonymous gato vado said...

O Espelho

O espelho reflecte certo; não erra porque não pensa.
Pensar é essencialmente errar.
Errar é essencialmente estar cego e surdo.

Alberto Caeiro

domingo, agosto 12, 2007 1:50:00 da manhã  
Blogger PaulaNog said...

Na maior parte isso faz com que se corra riscos... mas vou correr esse risco!
Bom desafio, obg***

segunda-feira, agosto 13, 2007 12:25:00 da tarde  
Blogger Mário Rui Santos said...

É também um exercício que faço, muitas vezes involuntariamente, em relação às outras pessoas. Como se estivesse a ver a capa de um livro que ainda não li. Folheio a introdução, abro aleatoriamente e leio algumas passagens - como se nunca tivesse lido aquele livro.
O mesmo por vezes faço em relação a mim e gosto da experiência.

segunda-feira, agosto 13, 2007 1:50:00 da tarde  
Blogger Mário Rui Santos said...

Este é um blog vivo, de partilha e de co-construções de alternativas aos formatos e aos paradigmas existentes.
A sua vida depende não só de mim mas de quem o visita, de quem o lê e de quem o comenta.
Todos os comentários são lidos - mesmo nos textos mais antigos - e, sempre que se justificar também os comentarei.
Por isso verão na maior parte dos textos este meu comentário e esta minha explicação - a sua presença é uma prova de que o blog está vivo e de braços abertos para a vossa mais que bem-vinda partilha.
Esse comentário pode ser feito directamente nesta página, mas se tiver problemas de ordem técnica envie-me por favor o seu comentário identificando o nome do texto que quer comentar para comments@hipnozz.com e eu publicá-lo-ei com o seu conhecimento.
Obrigado pela sua visita e pelo seu comentário.
Volte sempre :)

quinta-feira, outubro 04, 2007 6:20:00 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home