2007/02/07

A pérola e a dor


Pérolas são produtos da dor; resultados da entrada de uma substância estranha ou indesejável no interior da ostra, como um parasita ou um grão de areia.

Na parte interna da concha é encontrada uma substância lustrosa chamada NÁCAR. Quando um grão de areia a penetra, as células do NÁCAR começam a trabalhar e cobrem o grão de areia com camadas e mais camadas, para proteger o corpo indefeso da ostra.

Como resultado, uma linda pérola vai se formando. Uma ostra que não foi ferida, de algum modo, não produz pérolas, pois a pérola é uma ferida cicatrizada...

(obrigado Cristina)

5 Comments:

Blogger Marlene Maravilha said...

Explicação excelente!
Mas que lindas são as pérolas!!
As mulheres a amam!
abraços

quarta-feira, fevereiro 07, 2007 7:24:00 da tarde  
Anonymous Jorge A. said...

no pain, no gain

sexta-feira, fevereiro 09, 2007 4:30:00 da tarde  
Blogger zeca said...

Gostei de saber... pois desconhecia, efectivamente, como se formavam as pérolas. Bigada:)

Um abracinho muito sentido com o meu desejo imenso de tudo de bom para ti... e para quem mais tu quiseres

sexta-feira, fevereiro 09, 2007 9:29:00 da tarde  
Blogger solfejo said...

... muito bonito!
Talvez por isso as mulheres gostem tanto de usar pérolas...

sexta-feira, fevereiro 09, 2007 9:30:00 da tarde  
Blogger Mário Rui Santos said...

a pérola é uma das mais lindas formas de cicatriz...

domingo, fevereiro 11, 2007 7:52:00 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home