2007/02/26

Trabalhar para a felicidade


E se de repente alguém não lhe trouxesse flores mas dissesse que a felicidade é um caminho e não um destino ? E se de repente alguém lhe dissesse que para se manter nesse caminho tem de trabalhar, apresentar resultados e dar contas a alguém ? Começa a parecer trabalhoso, exigente. Não ?

E se esse alguém a quem tem de prestar contas fosse alguém que ao mesmo tempo é exigente mas pouco disciplinador, ambicioso mas pouco objectivo naquilo que quer, companheiro nas boas horas mas que facilmente o marginaliza se você não apresentar resultados ? Parece um líder estranho.

E se esse líder não fosse alguém fora de si. Se fosse dentro de si. Se esse líder de si fosse você mesmo ? Continuaria a prestar-lhe contas, a apresentar resultados, respeitava-o como respeitaria um bom líder ? Ou talvez não ?

Sobre o caminho da felicidade é isso que se passa. Dentro de si conhece o caminho. Sabe qual a direcção, o sentido, a paisagem. Mas por vezes atira o mapa ao chão ou esquece-se que o tem.

Esse mapa são as suas directivas interiores, a matriz da sua harmonia dinâmica e adaptativa. Aquilo que o faz saber que continua feliz. Dê-se ao trabalho de pegar nele, reescrevê-lo, usá-lo e continuar no bom caminho. No caminho da felicidade.

9 Comments:

Anonymous jorge a. said...

bom, é por isso que às vezes é mais fácil fazer esse caminho em equipa. há sempre alguém que se lembra de apanhar o mapa.

segunda-feira, fevereiro 26, 2007 2:43:00 da tarde  
Blogger Paula Nogueira said...

Li algo parecido nos livros do Roberto Shinyashiki ... e foi por esse livro aue tento aceitar a felicidade como algo que EU mesmo escolho...
Bjs****

segunda-feira, fevereiro 26, 2007 6:32:00 da tarde  
Blogger Mário Rui Santos said...

É sempre bom ter alguém que nos lembra de apanharmos o mapa - às vezes somos nós que os lembramos - e é uma simbiótica relação. Porque crescemos todos juntos nos caminhos que cruzamos e nas escolhas que vamos fazendo.

segunda-feira, fevereiro 26, 2007 6:39:00 da tarde  
Blogger Gato Vadio said...

Podemos, lúcidos, sozinhos ou com ajuda, descobrir o mapa. Mesmo assim não chega. Às vezes o vento não pára. Tem de se correr. E se não pudermos correr.

Às vezes é preciso abastecer, que as coisas e coisinhas não escolhem hora e podem vir todas ao mesmo tempo. Nessas alturas é difícil...

segunda-feira, fevereiro 26, 2007 11:17:00 da tarde  
Anonymous Alice said...

... acho que estou a desistir de escrever e reescrever o meu mapa...estou cansada! O meu trilho está cheio de pedras... o meu caminho cheio de armadilhas que já não estou a conseguir ultrapassar. Acho que por agora vou deixar que o vento me leve... vou-me limitar a seguir os raios de sol pois para pouco mais já tenho força... mas sempre na esperança que um desses raios me ilumine e me dê a energia que tanto preciso!

segunda-feira, fevereiro 26, 2007 11:38:00 da tarde  
Blogger Mário Rui Santos said...

é verdade GV "às vezes é preciso abastecer", ninguém espera de nós que nos mantenhamos numa continuidade maquinal. penso que nem nós próprios. no nosso caminho só a soma das partes, dos bons e dos menos bons momentos, será uma evolução, uma força positiva em construção. parar, recuperar, reflectir e continuar com força redobrada é o que podemos esperar de nós próprios.
e quanto a ti Alice, parar sem querer continuar não é uma opção e já sabes, faz como disse o poeta: guarda essas pedras porque vais precisar delas para construir o teu castelo.

terça-feira, fevereiro 27, 2007 12:14:00 da manhã  
Anonymous Rosa said...

...Pois é... a responsabilidade máxima...aquela que tenho para comigo própria....
...sem poder culpar os outros, sem sito para refugiar....
...há que ter coragem para fazer o que sabemos que deveremos fazer, mesmo que saia da norma e que se tenha que enfrentar as correntes externas.....
...temos que tentar ser fiel connosco antes de o poder ser com os outros...
...as recompensas valem o esforço!

terça-feira, fevereiro 27, 2007 5:59:00 da tarde  
Blogger Pedro Santos Paulo said...

Tanto trabalho para gerir as empresas dos outros, quando na maior parte das vezes não tomamos conta da maior empresa que possuimos e que tantas capacidades tem para obter tão bons resultados!!! Está na hora de assumir o poder...

quarta-feira, fevereiro 28, 2007 1:48:00 da manhã  
Blogger Mário Rui Santos said...

Está na hora de assumir o poder...o esforço será recompensado

quarta-feira, fevereiro 28, 2007 4:28:00 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home