2007/09/06

Abraço

Gosto de ir à igreja conversar com o meu Deus, comigo e com quem quiser juntar-se nesta animada e saudável conversa espiritual. Mas ontem senti-me incomodado por conversar com ele vendo o filho dele à minha frente crucificado, sangrando. E assim, na minha mente ou no meu espírito, desloquei-me até junto da cruz tirei-lhe o prego da mão esquerda, o da mão direita e o dos pés. Segurei-o com toda a força que tinha e procurei abraçá-lo ou consolá-lo da sua dor. Pensei eu, na minha modesta dimensão de ser.
Mas mesmo naquele momento...foi ele que me abraçou.

8 Comments:

Blogger SA said...

gostei :) a Fé reconforta-nos também

quarta-feira, setembro 05, 2007 5:53:00 da tarde  
Anonymous rosa said...

Lovely ;)

Aqui vai um abraço meu também

quarta-feira, setembro 05, 2007 9:09:00 da tarde  
Anonymous jorge a. said...

Pois é Mário, receber um abraço desses deve saber bem - ultimamente não me tem sido muito fácil receber, mas se calhar é porque a minha disposição para dar também não é muita.

quinta-feira, setembro 06, 2007 12:17:00 da manhã  
Anonymous fernanda said...

Também muitas vezes pensei em algo semelhante, em vez de estar ali parada, quieta, confrontada com o sofrimento de alguém que alegadamente morreu por mim...

quinta-feira, setembro 06, 2007 4:14:00 da tarde  
Anonymous t.c. said...

A mim parece-me que ninguém abraçou ninguém, apenas de uma forma grandiosa e fantástica, em amor mútuo, se abraçaram ;) abraço

sexta-feira, setembro 07, 2007 1:44:00 da manhã  
Blogger Xicha said...

E que abraço tão maravilhoso deves ter tido, só de imaginar dá-me vontade de enviar a ti tb um abraço de boas vindas,

:)

Xi

sexta-feira, setembro 07, 2007 1:28:00 da tarde  
Anonymous Alice said...

... ou fui eu que me senti abraçado!!

segunda-feira, setembro 17, 2007 10:15:00 da manhã  
Blogger Mário Rui Santos said...

Este é um blog vivo, de partilha e de co-construções de alternativas aos formatos e aos paradigmas existentes.
A sua vida depende não só de mim mas de quem o visita, de quem o lê e de quem o comenta.
Todos os comentários são lidos - mesmo nos textos mais antigos - e, sempre que se justificar também os comentarei.
Por isso verão na maior parte dos textos este meu comentário e esta minha explicação - a sua presença é uma prova de que o blog está vivo e de braços abertos para a vossa mais que bem-vinda partilha.
Esse comentário pode ser feito directamente nesta página, mas se tiver problemas de ordem técnica envie-me por favor o seu comentário identificando o nome do texto que quer comentar para comments@hipnozz.com e eu publicá-lo-ei com o seu conhecimento.
Obrigado pela sua visita e pelo seu comentário.
Volte sempre :)

quinta-feira, outubro 04, 2007 6:17:00 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home