2006/11/20

Obviamente

É óbvio que de manhã quando começo o dia posso sempre escolher entre viver o dia com um sorriso ou nem por isso.

É óbvio que se vou na rua, ou na estrada, e posso ser amável para alguém, sou capaz de o ser. Não porque estou à espera que me agradeçam, mas porque gosto de o fazer.

É óbvio que se posso escolher entre ficar calado, gritar ou falar - talvez fale.

É óbvio que entre ter esperança e desesperar, talvez escolha a primeira.

É óbvio que entre acreditar e rejeitar ou negar, posso acreditar e observar.

É óbvio que se posso escolher entre ter razão do meu lado ou não, prefiro tê-la.

É óbvio que entre cuidar-me ou tratar-me mal, normalmente opto por cuidar-me.

É óbvio que gosto de escolher o melhor para mim e para o meu equilíbrio, mas é óbvio que faço parte de um sistema, de uma estrutura, de um ambiente... e, obviamente, lembro-me também disso.

É óbvio que gosto de me sentir feliz e que perto de mim também se sintam felizes.

É óbvio que... Há muitas coisas que são óbvias. Mas por serem tantas e tão óbvias, obviamente esqueço-me de algumas que são tão ou mais óbvias.

2 Comments:

Blogger A. Roma said...

É óbvio que a tua voz esta em excelente forma. E o Blog tambem.

É óbvio que quando há duas obviedades que se contradizem, temos que escolher um equilíbrio entre as duas.
Não é tão óbvio chegar lá, mas é óbvio que temos poder a atingir esse equiíbrio.
Abraço

segunda-feira, novembro 20, 2006 5:57:00 da tarde  
Blogger Jotapê said...

Obviamente admito-o...
O blog continua óptimo.

terça-feira, novembro 21, 2006 7:38:00 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home