2007/10/31

Ansiedade e Angústia

Apesar de muito próximas nas suas definições existem algumas diferenças. A principal é de que alguém se pode sentir ansioso sem se sentir angustiado, mas ninguém se pode sentir angustiado sem sentir ansiedade.
A ansiedade é uma consequência da angústia, mas não só.
Por vezes acontece, pelo facto de a ansiedade ser "residente", o indivíduo sentir-se angustiado sem antes ter experimentado qualquer pico de ansiedade.
Também a nível das sensações físicas características de cada uma a angústia localiza-se normalmente entre o peito e a garganta, enquanto que a ansiedade, mais generalizada, traduz-se em dificuldades de respiração e taquicardia(pulsação acelerada).

---
Angústia - Estado psicológico de inquietação, de receio difuso, i.e., sem objecto aparentemente determinado e que pode ser acompanhado de manifestações somáticas como a constrição do torax ou da laringe(neste caso fala-se de globus histericus: sensação de ter um nó na garganta ou corpo estranho na faringe).


Ansiedade - Estado de angústia e de preocupação exageradas(neste caso fala-se de neurose de ansiedade) geralmente sem objecto definido, ao contrário da fobia. A ansiedade está no entanto ligada ao medo, tensão e pode apresentar sintomas como a dispneia(dificuldades na respiração) e taquicardia(pulsação cardíaca anormalmente rápida).

in "Dicionário de Psicologia" Raul Mesquita/Fernanda Duarte - Plátano Editora

---
Ansiedade (do Lat. anxietate) s. f., dificuldade de respiração; opressão; angústia; inquietação de espírito; desejo veemente; impaciência.

Angústia (do Lat. angustia) s. f., estreiteza; aperto; limitação de espaço; opressão; aflição; desgosto; tribulação; agonia.


in Dicionário Universal-Texto Editores

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home