2006/10/11

4 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Gostava de partilhar esta letra, que pessoalmente gosto muito.

Uma noite p’ra comemorar…

Esta é só uma noite para partilhar
Qualquer coisa que ainda podemos guardar cá dentro,
Um lugar a salvo, para onde correr
Quando nada bate certo e se fica a céu aberto,
Sem saber o que fazer.

Esta é uma noite para comemorar
Qualquer coisa que ainda podemos salvar do tempo
Um lugar p’ra nós onde demorar
Quando nada faz sentido,
E se fica mais perdido,
E se anseia pelo abraço de um amigo.

Esta é só uma noite para me vingar,
Do que a vida foi fazendo sem nos avisar,
Foi-se acumulando em fotografias,
Em distâncias e saudade,
Numa dor que nunca acaba,
E faz transbordar os dias.

Esta é uma noite para me lembrar,
Que há qualquer coisa infinita como o firmamento
Um sorriso, um abraço que transcende o tempo
E ter medo como dantes
De acordar a meio da noite
E precisar do abraço.



Esta é só uma noite para partilhar,
Qualquer coisa que ainda podemos guardar cá dentro,
Um lugar a salvo, para onde correr,
Quando nada bate certo e se fica a céu aberto,
Sem saber o que fazer.

Esta é uma noite para comemorar,
Qualquer coisa que ainda podemos salvar do tempo,
Um lugar p’ra nós onde demorar,
Quando nada faz sentido,
E se fica mais perdido,
E se anseia pelo abraço de um amigo.

(Mafalda Veiga)

quarta-feira, outubro 11, 2006 11:30:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Duas mãos eternizadas por Rodin que simbolizam a ternura a harmonia e o respeito entre dois seres. Estão juntas mas não demais. Aquecem-se mas não se apertam. Tocam-se ao de leve fazendo-se sentir. Fluxo de energia intensa e brincalhona que corre, percorre, se espalha e se aloja em cada pedacinho da mente...que não esquece :)

quinta-feira, outubro 12, 2006 1:12:00 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Achei piada ao comentário deste "anónimo"...
Realmente a energia que emana das nossas mãos é realmente surpreendente...
E há toques de duas mãos que podem ser tão intensos...inesqueciveis.
Diz-se que através dos olhos se vê a alma...pois eu diria que pelas mãos se sente a alma...e por vezes quando essas mãos se unem, a vontade é que nunca mais se separam, que o calor perdure...

sexta-feira, outubro 13, 2006 1:30:00 da manhã  
Blogger Xicha said...

Vamos tocar as nossas mãos é importante...

Xi

segunda-feira, outubro 16, 2006 6:28:00 da tarde  

Publicar um comentário

<< Home