2006/10/17

Relacionamentos

As pessoas entram na tua vida por uma "Razão", uma "Estação" ou uma "Vida Inteira".

Quando percebes qual delas é, vais saber o que fazer por cada pessoa.

Quando alguém está na tua vida por uma "Razão"...
É geralmente para suprir uma necessidade que tu demonstraste.
Elas vêm para te auxiliar numa dificuldade, fornecer-te orientação e apoio, ajudar-te física, emocional ou espiritualmente.
Elas poderão parecer como uma dádiva de Deus, e elas são!
Elas estão lá pela razão que tu precisas que elas lá estejam.
Então, sem nenhuma atitude errada de tua parte, ou numa hora inconveniente, esta pessoa vai dizer ou fazer alguma coisa para levar essa relação a um fim.
Às vezes essas pessoas morrem.
Às vezes elas simplesmente se vão.
Às vezes elas agem e forçam-te a tomar uma posição.
O que devemos entender é que as nossas necessidades foram atendidas, os nossos desejos preenchidos e o trabalho delas, feito.
As tuas orações foram atendidas. E agora é tempo de ir.

Quando as pessoas entram nas nossas vidas por uma "Estação", é porque chegou a vez de dividir, crescer e aprender. Elas trazem-te a experiência da paz, ou fazem-te rir. Elas poderão ensinar-te algo que tu nunca fizeste.
Elas geralmente dão-te uma quantidade enorme de prazer.
Acredita! É real!
Mas somente por uma "Estação".

Relacionamentos de uma "Vida Inteira" ensinam-te lições para a vida inteira: coisas que tu deves construir para ter uma formação emocional sólida. A tua tarefa é aceitar a lição, amar a pessoa, e colocar em prática o que aprendeste e em todos os outros relacionamentos e áreas da tua vida. É dito que o amor é cego, mas a amizade é clarividente.

(obrigado ao José C.)

12 Comments:

Blogger Mentes Ocupadas... said...

Engraçado este texto...veio mesmo a calhar! Estou numa daquelas fases da vida que parece que todos entram na minha vida por uma "Razão"...agora é tempo de ir.
Ir em busca de todas as estações...para a vida inteira!!
"A amizade é uma forma de amar, por isso é ouro" (blog pajO)

terça-feira, outubro 17, 2006 11:17:00 da tarde  
Blogger JASG said...

"O amor é cego e a amizade clarividente."

Sim!

E, como dizia Aristóteles, ter muitos amigos é não ter nenhum.

terça-feira, outubro 17, 2006 11:31:00 da tarde  
Blogger Peliteiro said...

Bom, também há aquelas pessoas que entram na nossa vida apenas por uma noite.
Porque não?

terça-feira, outubro 17, 2006 11:47:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Hubo un dia
Bajo el sol
Bajo la lluvia
que me enseñaste
tu alma

terça-feira, outubro 17, 2006 11:54:00 da tarde  
Blogger Mário Rui Santos said...

e há aquelas pessoas que passam na nossa vida por um dia...

quarta-feira, outubro 18, 2006 10:34:00 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Gostei da partilha, gostei mesmo.Bigada.
Mas o que eu realmente gostei foi desse teu novo look - estás Lindo!
Gostei e pronto... pareces um Guru... e pensando bem... tu és um Guru! ;)

abracinho

quarta-feira, outubro 18, 2006 1:26:00 da tarde  
Blogger Mário Rui Santos said...

...e pensando bem...não somos todos Gurus ? ...isso sim ! eu gosto de ver estes meus companhoblogs como meus Gurus...isso sim !

abraçu ;)

quarta-feira, outubro 18, 2006 9:00:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Todos anseiam por um relacionamento de uma vida, mas poucos se esforçam realmente para o ser na vida de alguém...

sábado, outubro 21, 2006 2:32:00 da manhã  
Blogger Mário Rui Santos said...

e terá mesmo de ser um esforço ? ou antes um conhecimento mútuo que motiva as partes, as faz crescer, as faz encontrarem-se ?

domingo, outubro 22, 2006 7:34:00 da tarde  
Blogger Mentes Ocupadas... said...

...se tivermos de nos esforçar muito chega a uma certa altura que estamos esgotados, que a relação fica desgastada...deve durar enquanto conseguirmos ter o prazer de dar e receber...juntos!

segunda-feira, outubro 23, 2006 12:30:00 da manhã  
Blogger Shhh said...

Gostei desta analogia.

Alta energia. (Ena, até faço rimas e tudo!) :)

sexta-feira, novembro 03, 2006 11:44:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Sabes, estou a passar agora por uma amizade que comçou exactamente um ano do qual foi para mim uma das melhores experiências que tive na vida. Acontecu algo muito drástico entre nós que acabou com essa amizade. E estou, neste momento, a ter muita dificuldade em largar. Tenho muitas hipoteses e não sei o que fazer. Acredito que ainda se possa salvar; acredito que ela fez algo para me ajudar "naquele momento", acredito que tenhamos algo Karmico que não me ajuda a largá-la... sei lá... se calhar tudo desculpas... não sei.
O que entretanto aprendi ao ler o que li do teu blog hoje é: dar-lhe o meu amor, mesmo que seja á distância, e aceitar o que vier!

terça-feira, novembro 07, 2006 12:23:00 da tarde  

Publicar um comentário

<< Home